Avicultura - 29.06.2018

Ceva reúne profissionais em torno da bronquite infecciosa em aves

Rodada de palestras desta vez aconteceu em Toledo, no Oeste do Paraná

- Foto: O Presente Rural

Cerca de cem profissionais que atuam diretamente com produtores e indústrias avícolas se reuniram para um dia de troca de experiências e aprendizado. Durante a tarde e a noite de quinta-feira (28), eles participaram da rodada de palestras promovida pela Ceva Saúde Animal buscando aperfeiçoar o conhecimento e encontrar soluções para as doenças respiratórias em aves. O evento que aconteceu em Toledo, na região Oeste, polo da avicultura paranaense, também está sendo desenvolvido em outras regiões do Brasil.

A rodada iniciou com a palestra da doutora Masaio Mizuno, pesquisadora e professora da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, da Universidade de São Paulo (USP), que abordou os prejuízos para a sanidade do plantel e suas consequências. Em seguida foi a vez do professor da Universidade Tuiuti, José Maurício França, que destacou os prejuízos econômicos que as aves acometidas com doenças respiratórias causam nos frigoríficos, especialmente a bronquite infecciosa.

No encontro, profissionais da Ceva também expuseram os resultados recentes sobre benefícios produtivos proporcionados pela Cevac Ibras, a primeira vacina viva contra a bronquite infecciosa variante brasileira BR. O produto, lançado em 2017, já vendeu 670 milhões de doses.

Os resultados de campo com mais de 60 milhões de aves de granjas clientes de diversos municípios foram apresentados pelo Gerente da Unidade de Aves da Ceva, Tharley Carvalho. “Os ganhos zootécnicos somados aos resultados no abatedouro mostram que a vacina proporciona uma série de vantagens muito além das mensuradas durante o seu desenvolvimento. Os ganhos produtivos são muito significativos”, apontou.

Fonte: Ass. de Imprensa

INTERCONF

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.

IntercorteINTERCONFACAV 2018PORK EXPO 2018VIII ClanaDia do Porco 2018