Suinocultura - 11.08.2017

Boehringer Ingelheim Saúde animal reforça importância da produtividade na suinocultura

O Supervisor Técnico de Suínos da BI Saúde Animal, Ricardo Lippke, realizou uma palestra sobre “Leitões de baixo desempenho na fase de terminação – problema ou oportunidade para agregar valor?”, X Simpósio Brasil Sul de Suinocultura

- Foto: O Presente Rural

Comprometida com o fortalecimento da cadeia produtiva de carne suína no Brasil, a Boehringer Ingelheim Saúde Animal reforça o seu trabalho em prol do aumento da produtividade no X Simpósio Brasil Sul de Suinocultura, realizado no início de agosto, em Chapecó (SC). O simpósio contou com mais de mil profissionais da área de suinocultura do Brasil e da América Latina e se consagra a cada ano como um dos eventos mais respeitados do setor.

O Supervisor Técnico de Suínos da BI Saúde Animal, Ricardo Lippke, realizou uma palestra sobre “Leitões de baixo desempenho na fase de terminação – problema ou oportunidade para agregar valor?”, abordando questões relevantes sobre as principais causas que geram  deficiência de desenvolvimento dos leitões nesse período.. “Um dos principais fatores que comprometem o desempenho dos suínos nessa fase é a saúde do animal. Doentes, os animais não são capazes de expressar seu potencial genético. Por conta disso, a BI Saúde Animal levou ao Simpósio soluções que protegem os suínos e possibilitam seu desenvolvimento normal”, comentou Ricardo Lippke. “Existem meios para garantir o aumento de produtividade dos suínos a partir de ações preventivas adequadas. A BI Saúde Animal oferece uma linha de produtos  técnicos e inovadores, que comprovadamente contribuem para o sucesso econômico da atividade”, reforçou Lippke.

Com cerca de 20% de investimento de seu faturamento em pesquisa e desenvolvimento, a BI Saúde Animal possui vacinas que atuam diretamente na prevenção e no controle de importantes doenças de suínos. É o caso da vacina Ingelvac Circoflex, potente arma contra a Circovirose, grave enfermidade que ataca o sistema imunológico dos animais facilitando a entrada de outros agentes infecciosos e provoca alto índice de mortalidade em suínos. “Garantir a sanidade do plantel é fundamental para os leitões terem o melhor desempenho possível, resultando em mais produtividade nas granjas”, explica Ricardo Lippke.

Fonte: Ass. de Imprensa

SHOW RURAL 2018

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.

ACSURSPORK EXPO 2018Farmácia na FazendaNOXONSHOW RURAL 2018Nutriquest Technofeed