Crescimento - 28.11.2016

Aurora amplia capacidade de armazenagem de grãos

Ali serão armazenados milho e soja adquiridos no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul

- Divulgação/Assessoria

A Cooperativa Central Aurora Alimentos – o terceiro maior grupo agroindustrial do País na área de carnes – está ampliando a capacidade de armazenamento de grãos na região do Brasil central, investindo 21,5 milhões de reais na construção de silos em São Gabriel do Oeste (MS).

A empresa constrói junto a planta industrial de suínos de São Gabriel quatro silos (de um conjunto de 10 projetados) que compõe a unidade de recebimento e armazenagem de grãos. Cada silo é estruturado em aço com fundo plano e tem capacidade estática de estocagem de 10.000 toneladas, permitindo um fluxo contínuo de 200 toneladas/hora.

Ali serão armazenados milho e soja adquiridos no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul para consumo na base produtiva espalhada no oeste de Santa Catarina e no sudoeste do Paraná.

As obras iniciaram em abril deste ano, estão sendo executadas pela Ceraçá  e estarão concluídas em 31 de janeiro de 2017. O financiamento é do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), tendo como agente financeiro o Banco Regional de Desenvolvimento (BRDE) através da linha de recursos do PCA – Programa de Construção e Ampliação de Armazéns.

O presidente Mário Lanznaster assinala que a Cooperativa Central Aurora Alimentos consome 90 mil sacas de milho por dia, o que equivale a 180 carretas/dia ou 120 mil toneladas por mês.

Essa gigantesca quantidade de matéria-prima é necessária para composição de rações que alimentam plantéis permanentes, no campo, formados por 34 milhões de frangos de corte e galinhas de postura e 1 milhão 250 mil suínos.

“A volatilidade do mercado de grãos exige uma rigorosa gestão de estoques”, enfatiza o dirigente, lembrando que muitas indústrias de processamento de aves e suínos foram inviabilizadas nos últimos anos, no sul do Brasil, em face do abrupto e insuportável encarecimento do milho. Assinala que o milho representa 70% do custo das rações e é o principal insumo da avicultura e da suinocultura industrial.

Para garantir estoques de segurança, a cooperativa vem ampliando fortemente a capacidade de armazenamento. Em 2015, por exemplo, concluiu a construção do conjunto de armazenamento composto por oito silos com capacidade para 1 milhão de sacas de grãos, no município de Cunha Porã (SC). O valor total do investimento foi de 27 milhões de reais. O empreendimento localiza-se no complexo da Fábrica de Rações da Aurora, onde foram construídos oito novos silos de concreto armado: dois de 4.000 toneladas e seis de 9.000 toneladas, totalizando uma ampliação de 62.000 toneladas. Com esses investimentos, a capacidade estática de armazenamento da unidade de Cunha Porã ficou em 90.000 toneladas ou 1 milhão e 500 mil sacas de grãos. 

Fonte: Assessoria

ACSURS

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.

SINSUI 2018IntercortePORK EXPO 2018ACSURSACAV 2018